Menu

Aprofundamento da Fé

     Catequese
     Alicerce

Celebração da Fé

     Liturgia

Missão

     Conselho Pastoral
     Gestão da Casa
     Missões
     Cultura

Outras Opções

     Links
     Sugestões
     Envio de Notícias
     Livro de Visitas

Liturgia
Leituras de Quarta-feira 17 de Setembro 2014


Quarta-feira da 24ª semana do Tempo Comum

1ª Carta aos Coríntios 12,31.13,1-13.

Irmãos: Aspirai, porém, aos melhores dons. Aliás, vou mostrar-vos um caminho que ultrapassa todos os outros.
Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, sou como um bronze que soa ou um címbalo que retine.
Ainda que eu tenha o dom da profecia e conheça todos os mistérios e toda a ciência, ainda que eu tenha tão grande fé que transporte montanhas, se não tiver amor, nada sou.
Ainda que eu distribua todos os meus bens e entregue o meu corpo para ser queimado, se não tiver amor, de nada me aproveita.
O amor é paciente, o amor é prestável, não é invejoso, não é arrogante nem orgulhoso,
nada faz de inconveniente, não procura o seu próprio interesse, não se irrita nem guarda ressentimento.
Não se alegra com a injustiça, mas rejubila com a verdade.
Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor jamais passará. As profecias terão o seu fim, o dom das línguas terminará e a ciência vai ser inútil.
Pois o nosso conhecimento é imperfeito e também imperfeita é a nossa profecia.
Mas, quando vier o que é perfeito, o que é imperfeito desaparecerá.
Quando eu era criança, falava como criança, pensava como criança, raciocinava como criança. Mas, quando me tornei homem, deixei o que era próprio de criança.
Agora, vemos como num espelho, de maneira confusa; depois, veremos face a face. Agora, conheço de modo imperfeito; depois, conhecerei como sou conhecido.
Agora permanecem estas três coisas: a fé, a esperança e o amor; mas a maior de todas é o amor.

Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinh

Livro de Salmos 33(32),2-3.4-5.12.22.

Louvai o Senhor com a cítara;
cantai-Lhe salmos com a harpa de dez cordas.
Cantai-Lhe um cântico novo,
tocai com arte por entre aclamações.

As palavras do Senhor são verdadeiras,
as suas obras nascem da fidelidade.
Ele ama a justiça e a rectidão:
a terra está cheia da bondade do Senhor.

Feliz a nação que tem o Senhor por seu Deus,
o povo que Ele escolheu para sua herança.
Venha sobre nós, Senhor, o teu amor,
pois depositamos em ti a nossa confiança.


Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinh

No Text
Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinh

Evangelho segundo S. Lucas 7,31-35.

Naquele tempo, disse Jesus à multidão: «A quem, pois, compararei os homens desta geração? A quem são semelhantes?
Assemelham-se a crianças que, sentadas na praça, se interpelam umas às outras, dizendo: 'Tocámos flauta para vós, e não dançastes! Entoámos lamentações, e não chorastes!'
Veio João Baptista, que não come pão nem bebe vinho, e dizeis: 'Está possesso do demónio!'
Veio o Filho do Homem, que come e bebe, e dizeis: 'Aí está um glutão e bebedor de vinho, amigo de cobradores de impostos e de pecadores!'
Mas a sabedoria foi justificada por todos os seus filhos.»

Da Bíblia Sagrada - Edição dos Franciscanos Capuchinh

Da Bíblia Sagrada

Comentário ao Evangelho do dia feito por: São Bernardo (1091-1153), monge cisterciense, doutor da Igreja A ignorância dos que não se convertem

Hoje a Igreja celebra: S. Roberto Belarmino, bispo, Doutor da Igreja, +1621,  Santa Hildegarda, monja, +1179


Para saber mais, ter acesso a outras leituras ou receber todas as manhã o Evangelho por correio electrónico, visite: www.evangelhoquotidiano.org

Voltar para a página anterior