Menu

Aprofundamento da Fé

     Catequese
     Alicerce

Celebração da Fé

     Liturgia

Missão

     Conselho Pastoral
     Gestão da Casa
     Missões
     Cultura

Outras Opções

     Links
     Sugestões
     Envio de Notícias
     Livro de Visitas

Liturgia
Comentário ao Evangelho de Sexta-feira, 18 de Abril 2014


6ª-FEIRA DA PAIXÃO DO SENHOR : João 18,1-40.19,1-42.

Comentário ao Evangelho do dia feito por
São Narsés Snorhali (1102-1173), patriarca arménioJesus, Filho Unigénito do Pai, §§ 727-736; SC 203

«Quando chegaram ao lugar chamado Calvário, crucificaram-no a Ele e aos malfeitores, um à direita e outro à esquerda» (Lc 23,33)

Ao contrário da árvore produtora de morte, Plantada no meio do Paraíso (Gn 3,3), Tu levaste aos ombros o madeiro da Cruz E carregaste-o até ao lugar do Gólgota. Conforta a minha alma, caída no pecado, Debaixo de carga tão pesada! Conforta-a, graças ao «jugo suave» E ao «fardo leve» da Cruz (Mt 11,30). À sexta-feira, às três horas, Dia em que o primeiro homem foi seduzido, Foste pregado na Cruz, Senhor, Ao mesmo tempo que o malfeitor e ladrão. As tuas mãos, que haviam criado a Terra, Estendeste sobre a Cruz, ao contrário Das de Adão e Eva, estendidas para a árvore Onde foram colher a morte. A mim, pecador como eles, e até muito mais Do que eles, perdoa, Senhor, os delitos, Como já a eles perdoaste na região Donde toda a esperança foi banida (1Ped 3,19). Tendo subido à Santa Cruz, Toda a transgressão humana apagaste E ao inimigo da natureza humana   Nela cravaste para sempre. Fortalece-me sob a protecção Desse Santo Signo, sempre vencedor, E mal ele apareça a oriente (Mt 24,27.30) Ilumina-me com a sua luz! Ao ladrão que estava à tua direita Abriste as portas do Paraíso: Assim Te lembres de mim quando vieres Na realeza de teu Pai! (Mt 26,64) Assim eu próprio possa um dia Ouvir proclamar a sentença que faz exultar: «Hoje mesmo estarás comigo No jardim do Éden, tua primeira pátria!» (Lc 23,43; Gn 2,8)
Para saber mais, ter acesso a outras leituras ou receber todas as manhã o Evangelho por correio electrónico, visite: www.evangelhoquotidiano.org

Voltar para a página anterior