Menu

Aprofundamento da Fé

     Catequese
     Alicerce

Celebração da Fé

     Liturgia

Missão

     Conselho Pastoral
     Gestão da Casa
     Missões
     Cultura

Outras Opções

     Links
     Sugestões
     Envio de Notícias
     Livro de Visitas

Liturgia
Comentário ao Evangelho de Sábado, 26 de Julho 2014


S. Joaquim e Santa Ana : Mateus 13,16-17.

Comentário ao Evangelho do dia feito por
Jean Tauler (c. 1300-1361), dominicano de EstrasburgoSermão 53, §§ 4-5, 8

«Ditosos os vossos olhos, porque vêem»

Disse Nosso Senhor: «Muitos profetas e reis quiseram ver o que vedes e não o viram» (Lc 10,24). Por profetas entenda-se os grandes espíritos subtis e dados ao raciocínio que se apegam às subtilezas da razão natural e delas têm vaidade; uns olhos assim não são ditosos. Por reis entenda-se os que são por natureza senhores, de energia forte e poderosa, senhores de si próprios, das suas palavras, das suas obras e do seu idioma, e que fazem tudo o que querem com jejuns, vigílias e novenas, fazendo disso grande alarde, como se de algo extraordinário se tratasse, mas desprezam os outros. Também não são esses olhos que são ditosos. Todas estas pessoas quiseram ver e não viram. Quiseram ver, mas apegaram-se à vontade própria [...], uma vontade que encobre os olhos da alma como uma película ou uma membrana encobre os olhos do corpo, impedindo-os de ver [...]. Quanto mais permanecerdes na vontade própria, mais privados sereis de ver com o olhar interior, uma vez que a verdadeira felicidade advém do abandono verdadeiro, que é o afastamento da vontade própria. Tudo isso nasce do fundo da humildade [...]. Quanto mais pequenos e humildes fordes, menos vontade própria tereis [...]. Quando tudo está em paz, a alma vê a sua própria essência e todas as suas faculdades; reconhece-se como imagem racional daquele de Quem saiu, e os olhos [...] que fixam aí o seu olhar podem perfeitamente ser tidos por ditosos por causa do que vêem. E então sim, é a maravilha das maravilhas que se descobre, o que há de mais puro, de mais certo, aquilo que menos poderá ser-vos tirado (Lc 10,42) [...]. Possamos nós seguir neste caminho e ver de tal modo que os nossos olhos sejam ditosos. Assim Deus nos ajude!
Para saber mais, ter acesso a outras leituras ou receber todas as manhã o Evangelho por correio electrónico, visite: www.evangelhoquotidiano.org

Voltar para a página anterior